Matinal assinantes

"Salga", xilogravura de Danúbio Gonçalves. Foto: Divulgação

01

JUN

24

JUL
HORÁRIOS Seg a sex das 10h30min às 19h
Sab das 10h30min às 17h

Danúbio Gonçalves por inteiro na Galeria Duque

Neste sábado (1°/6), a partir das 15h, a galeria realiza a vernissage da exposição "Danúbio, Arte e Amigos Artistas", em homenagem ao pintor gaúcho

VER GALERIA

Um dos mais importantes nomes da arte contemporânea gaúcha e brasileira será homenageado na Galeria Duque com a exposição Danúbio, Arte e Amigos Artistas, de 1º de junho a 24 de julho. A vernissage, com entrada franca, será neste sábado (1º/6), das 15h às 17h.

Ao todo, mais de cem obras de Danúbio Gonçalves (1925 – 2019) compõem a mostra. São itens que integram a coleção da família do artista, além do acervo da própria galeria. No primeiro andar, os visitantes vão encontrar obras do artista e do Grupo de Bagé, formado também por Glauco Rodrigues, Glênio Bianchetti e Carlos Scliar. No segundo andar, o espaço será ocupado por obras de Danúbio e de artistas que fizeram parte da sua vida e integram o movimento da arte moderna brasileira, como Portinari, Burle Marx, Carybé e Djanira.

No terceiro andar, estarão em exposição obras de artistas que conviveram com ele no Atelier Livre Xico Stockinger, onde Danúbio foi professor e diretor. Já o quarto andar será dedicado exclusivamente às obras eróticas do artista gaúcho.

Danúbio Gonçalves, que faleceu em 21 abril deste ano, havia realizado sua última exposição individual na Galeria Duque. Em 2013, a mostra Glória do Pincel expôs trabalhos de toda a sua carreira artística nos quatro andares do espaço. O galerista Arnaldo Buss é um grande admirador e colecionador do artista.

– Em 1997, adquiri a primeira série do Balonismo, depois acompanhei suas outras exposições e hoje temos uma coleção bem variada, da série Marrocos, e de outras pinturas e gravuras, desde os anos 60 até desenhos mais recentes de 2014 – detalha Buss.

A exposição tem curadoria da artista plástica Daisy Viola, que também é instrutora do Atelier Livre.

– Danúbio é um dos nomes mais importantes da história das artes visuais do Rio Grande do Sul – destaca.

O artista andou pelo mundo, morou em Paris durante dois anos, e estudou com grandes nomes da arte brasileira como Portinari e Iberê Camargo.

Seguindo a tradição de dar visibilidade à arte gaúcha da atualidade, a Galeria Duque abre espaço para artistas que conviveram com o mestre Danúbio no Atelier Livre Xico Stockinger. Miriam Tolpolar, Marta Loguercio, Ondina Pozzoco, Mabel Fontana Wilson Cavalcanti, Paulo Chimendes estão entre os nomes que completam a homenagem.

 

Seg a sex das 10h30min às 19h, Sab das 10h30min às 17h

Galeria Espaço Cultural Duque (Rua Duque de Caxias, 649)

Entrada franca