Secretaria da Cultura dá início ao programa RS Criativo

A primeira fase tem parceria com a Tecna da PUCRS, que prevê ações transversais com as demais secretarias para implantação de políticas públicas na área da economia criativa

VER GALERIA

A refundada Secretaria da Cultura (Sedac) criou a diretoria de Artes e Economia Criativa, que anuncia agora um programa estratégico de governo. O RS Criativo prevê ações transversais com as demais secretarias para implantação de políticas públicas na área da economia criativa.
 
Em parceria com a Secretaria Especial da Cultura (Ministério da Cidadania) e a PUCRS, a Sedac abrirá as portas de um espaço batizado de Hub Criativa Birô, que funcionará no 3º andar da Casa de Cultura Mario Quintana – com área de coworking, salas de reuniões e treinamento, que permitirão atividades de formação e network.
 
Os trabalhos terão início dia 11 de junho, com cursos, palestras e workshops abertos à comunidade. A partir do dia 30 de maio, o link para inscrições estará disponível no site da Sedac.
 
Também no dia 30 será lançado, no mesmo endereço, o Edital de Chamamento Público para Residência Criativa. O foco são empreendedores dos setores da economia criativa – pessoas físicas ou jurídicas.
 
Por meio de um convênio com a Tecna da PUCRS, empreendedores da área cultural ficarão no ambiente da Hub Criativa por um período de seis meses, recebendo capacitação permanente através de cursos e consultorias visando à qualificação. O programa contará com uma equipe de profissionais do setor e professores da universidade, que darão suporte técnico, pedagógico e de conteúdo para as atividades de formação.
 
– O nosso Estado já tem posição destaque no mercado criativo brasileiro. Vamos aproveitar esta força para expandirmos as possibilidades de participação e geração de novos negócios, produtos e renda. Começar o RS Criativo com foco na formação e profissionalização de empreendedores é uma ação muito promissora – destaca a coordenadora do Tecna da PUCRS, Aleteia Selonk.
 
– Estamos consolidando uma política de parceria com as instituições de ensino e pesquisa, com as representações do setor cultural e empreendedores, de forma participativa e colaborativa – comemora Ana Fagundes, diretora de Artes e Economia Criativa da Sedac.