Cena do filme "Sem Seu Sangue". Foto: Felipe Quintelas/Divulgação

"Sem Seu Sangue" é selecionado para o Festival de Cannes

Primeiro longa de Alice Furtado foi escolhido para a Quinzena dos Realizadores do 72º Festival de Cannes, que ocorre na França de 14 a 25 de maio

VER GALERIA

Sem Seu Sangue, primeiro longa de Alice Furtado, foi selecionado para a Quinzena dos Realizadores do 72º Festival de Cannes, um dos mais prestigiados festivais do mundo, que ocorre na França de 14 a 25 de maio. Diretora dos curtas Duelo Antes da Noite (Cinéfondation  Festival de Cannes 2011) e A Rã e Deus, Alice participará pela primeira vez da mostra paralela, que completou 50 anos em 2018.

– Sempre foi muito incerto para mim o que aconteceria quando o filme chegasse até as pessoas, porque ele se construiu a partir de uma reflexão muito pessoal, e porque desde o início fui fazendo escolhas que sabia serem arriscadas, sobretudo por ser um primeiro filme. Foi uma grande aposta, minha e da equipe inteira, e um longo processo de muito trabalho também. É muita satisfação saber que a Quinzena acredita no filme e quer levá-lo ao encontro de um público atento como o de Cannes. Estou muito feliz e ansiosa, também para que conheçam o belo trabalho do nosso elenco, a maioria se apresentando lá pela primeira vez – explica a diretora Alice Furtado.

O longa conta a história de Silvia (Luiza Kosovski), uma adolescente introspectiva e desinteressada pela rotina, que acredita ter encontrado em Artur (Juan Paiva) algo que a faça se sentir mais viva. Ele surge inesperadamente em sua turma depois de ter sido expulso de várias escolas.

Silvia vê-se fascinada pela vitalidade do garoto, que no entanto é hemofílico. Os dois mergulham em uma convivência intensa, interrompida por um grave acidente. 

No elenco estão Luiza Kosovski, Juan Paiva, Digão Ribeiro, Silvia Buarque, Lourenço Mutarelli, Ismar Tirelli Neto, Valentina Luz e Nahuel Perez Biscayart.

Nascida no Rio de Janeiro, Alice Furtado é diretora e montadora. Formada em Cinema pela UFF e pós-graduada pelo Le Fresnoy, França, realizou os curtas Duelo Antes da Noite (Cinéfondation  Festival de Cannes 2011) e A Rã e Deus. Como montadora, editou os longas O Auge Do Humano (Leopardo de Ouro na mostra Cineasti del Presente, Festival de Locarno 2016), de Eduardo Williams, e Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado, além de curtas-metragens e séries de TV. Sem Seu Sangue é seu primeiro longa como diretora.