Foto: Ayrton Valle/Divulgação

24

ABR
HORÁRIOS Quarta 19h

Música na UFCSPA apresenta concerto "Piano Maranhense"

O pianista Daniel Lemos realiza o recital nesta quarta-feira (24/4), às 19h, no Teatro Moacyr Scliar. A entrada é gratuita

O pianista Daniel Lemos apresentará o recital Piano Maranhense nesta quarta (24/4), às 19h, no Teatro Moacyr Scliar. No concerto de piano solo serão interpretadas obras de compositores nascidos ou radicados no Maranhão entre os séculos 19 e 20, como Antonio Luiz Miró (1805 – 1853), compositor espanhol; Leocádio Rayol (1849 – 1909), destacado violinista do Norte do Brasil no século 19; Elpídio Pereira (1872 – 1961), cujo balé Les Pommes du Voisin foi apresentado no Théâtre de la Gaîté Lyrique, em Paris, por 76 vezes; João Nunes (1877 – 1951), pianista e professor do Instituto Nacional de Música; e Ignácio Cunha (1871 – 1955), autor de músicas religiosas e para danças de salão. Algumas das obras estavam fora de circulação há mais de cem anos.

O recital será acompanhado por uma projeção com imagens históricas e curiosidades sobre práticas musicais na região, desde os tempos coloniais. O projeto foi levado a sete cidades do Maranhão e aos Estados do Piauí, Ceará, Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina. A produção cultural é de Ivaldo Guimarães Torreão Júnior e tem o apoio do PPG em Música da UNIRIO, UFMA, UEMA e da FAPEMA.

O pianista Daniel Lemos é professor de música e artista-pesquisador com atuação desde 1994. Apresentou-se como solista e acompanhador em teatros, e espaços culturais de 12 Estados brasileiros.

Formou-se em piano pela Academia de Música Lorenzo Fernandez (RJ), é bacharel em piano e mestre em performance musical pela UFMG.

Desde 2009 reside em São Luís, onde é professor adjunto II do Departamento de Música da UFMA e professor do curso de Música Licenciatura à distância da UEMA. Cursa o doutorado em práticas interpretativas na UNIRIO.

A entrada é franca.

Quarta 19h

Teatro Moacyr Scliar da UFCSPA (Rua Sarmento Leite, 245, 3º andar do prédio 2)

Entrada franca