Matinal assinantes

Ciclo Música e Política na Discoteca Pública Natto Henn debate álbum dos Racionais MC’s

Nesta quinta-feira (28/3), Fernanda Bastos conversa sobre o disco "Sobrevivendo ao Inferno". A atividade será realizada a partir das 19h, no Auditório Luís Cosme da CCMQ

Nesta quinta (28/3), será realizada a próxima edição do Ciclo Música e Política, uma promoção da Discoteca Pública Natho Henn, que debate, por meio de audições comentadas, o caráter político de álbuns relevantes.

A conversa será com Fernanda Bastos, sobre o disco Sobrevivendo ao Inferno, dos Racionais MC’s. A atividade acontece a partir das 19h, no Auditório Luís Cosme, no 4º andar da Casa de Cultura Mario Quintana.

Os encontros serão feitos até 9 de maio, sempre tendo como palestrantes músicos, jornalistas, escritores e professores. Os debatedores escolheram os discos que serão ouvidos e comentados, com destaque para aspectos gerais da obra, mas foco no caráter e impacto político. Há discos marcantes de diversos gêneros, como MPB, hip hop, música latina ou jazz.

Inaugurada em 14 de abril de 1955 pelo músico, compositor, pianista e professor que lhe dá nome, a Discoteca Pública Natho Henn já esteve localizada em diversos endereços. Atualmente, ocupa a Casa de Cultura Mario Quintana. A discoteca possui o maior acervo de música do Rio Grande do Sul: são 3.342 livros, 17.168 partituras e aproximadamente 46.573 discos, entre LPs, álbuns, compactos e CDs.

Quinta 19h

Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736)

Entrada franca