NY World Trade Center. Foto: Divulgação

Seminário Amaral no Margs

A série de encontros "Passos e Paisagens do Olhar Contemporâneo" será realizada de 21 de março a 18 de julho, no Auditório do Museu de Arte do Rio Grande do Sul

O Seminário Amaral, em que são abordados temas do desdobrar-se do pensamento e da arte no mundo ocidental, retorna em sua 29ª edição no Museu de Arte do Rio Grande do Sul. Os encontros serão realizados de 21 de março a 18 de julho, às quintas-feiras, das 15h às 17h.

Os encontros propiciam a observação desde o olhar contemporâneo dos vários momentos da cultura ocidental, com a projeção de filmes e a apresentação de obras plásticas e de arquitetura.

José Luiz do Amaral escreve sobre arte e cultura. Exerceu por muitos anos o magistério. Coordenou, em duas, gestões a área das artes visuais na Secretaria da Cultura do Rio Grande do Sul, da qual foi também assessor para Assuntos do Mercosul.

Criou o Instituto Estadual de Artes Visuais – IEAVI e coordenou no Margs os setores de exposições, acervo e documentação. Organizou em Porto Alegre, entre 1988 e 1996, quatro Encontros Latino-Americanos de Artes Plásticas, que deram origem à Bienal do Mercosul, de cuja criação também participou.

Inscrições no e-mail seminarioamaral@gmail.com, whatsapp 998-183-519 ou telefone 3333-8892.

 

Programa:

1. Perspectivas e figurações do contemporâneo como modo de ver o mundo.

2. O contemporâneo como ultrapassagem e como diálogo com o moderno.

3. O olhar contemporâneo sobre os vários momentos da cultura ocidental.

 

Filmes apresentados e comentados:  

Morte em Veneza, Luchino Visconti,1971

Hamlet, Franco Zeffirelli, 1990

Juventude, Paolo Sorrentino, 2015

Todas as Noites, Eugène Green, 2001

 

Reflexão sobre arte e arquitetura

Obras de artistas plásticos e arquitetos diversos, cotejando vários momentos da história da arte e da cultura – renascimento, barroco, art-nouveau etc. – com a produção do século 21.