Cena do filme "Legalidade". Foto: Prana Filmes/Divulgação

"Legalidade”, novo filme do diretor gaúcho Zeca Brito, fará sua estreia mundial no 35º Festival Latino de Chicago

Na competição norte=americana, o longa com Cleo Pires, Leonardo Machado, Fernando Alves Pinto e Letícia Sabatella será apresentado com o nome de “Resistance”

O filme Legalidade aborda o momento histórico brasileiro quando o então presidente da República, Jânio Quadros, renuncia em 1961 e seu vice, João Goulart, deve ascender ao posto. Para evitar que um golpe organizado pelos militares entrasse em curso, o governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, inicia um movimento inédito no país, pelo respeito à Constituição Federal

Legalidade – cujo título internacional será Resistance – fará sua estreia mundial no 35º Festival Latino de Chicago, que será realizado de 28 de março a 11 de abril. No elenco, estão Leonardo Machado, Cleo Pires, Fernando Alves Pinto, Letícia Sabatella e José Henrique Ligabue. A estreia nos cinemas brasileiros está prevista para 12 de setembro

– Em Legalidade, quis falar de meu país e das raízes políticas que ligam o Brasil à América Latina. A heroica façanha de Leonel Brizola liderando o povo brasileiro em ato de coragem e civismo, garantindo a posse do presidente João Goulart e a soberania da nação. Através das ondas do rádio o despertar para a constituição, o respeito ao voto popular. Um filme que trama ficção e realidade. Um romance que une visões opostas de mundo. Política, espionagem e comunicação, temas que articulam um dos momentos históricos mais intrigantes do país – explica o diretor Zeca Brito.  

O roteiro do filme começou a ser desenvolvido em 2010 e contou com uma extensa pesquisa. Foi escrito a quatro mãos, pela dupla Leo Garcia e Zeca Brito – que repete a parceria iniciada com a comédia adolescente Em 97 Era Assim, com direção de Zeca e roteiro de Leo. Ambos também assinam juntos a direção do documentário A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro, sobre a trajetória do jornalista gaúcho, que também esteve envolvido na Legalidade. 

O longa é o sexto de Zeca Brito e foi inteiramente rodado no Rio Grande do Sul. O filme é uma produção da Prana Filmes, de Luciana Tomasi, com distribuição da Boulevard Filmes no Brasil.