Matinal assinantes

33ª Bienal de São Paulo virá a Porto Alegre em 2019

Além da capital gaúcha, sete cidades brasileiras e uma no Exterior receberão recortes da mostra: Belo Horizonte, Campinas, Vitória, São José do Rio Preto, Juiz de Fora, Brasília e Medellín (Colômbia)

A Fundação Bienal de São Paulo dá início, em março de 2019, ao programa de itinerâncias da 33ª Bienal de São Paulo – Afinidades Afetivas, exposição que recebeu 736 mil visitantes no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera, entre setembro e dezembro de 2018.
 
Sete cidades brasileiras e uma no Exterior já estão confirmadas para receber recortes da mostra: Belo Horizonte (MG), Campinas (SP), Vitória (ES), São José do Rio Preto (SP), Juiz de Fora (MG), Brasília (DF), Porto Alegre (RS) e Medellín (Colômbia).
 
– A Bienal de São Paulo é um patrimônio cultural de todo brasileiro, e para ampliar o acesso a seus conteúdos, a Fundação Bienal correaliza, com instituições culturais parceiras, o programa de mostras itinerantes. Além das exposições, a iniciativa inclui ações educativas e de difusão, estando alinhada à missão da Fundação de integrar cultura e educação à vida cotidiana – afirma José Olympio da Veiga Pereira, presidente da Fundação Bienal.

As itinerâncias da 33ª Bienal de São Paulo foram concebidas pelo curador convidado Jacopo Crivelli Visconti como novas experiências em relação ao projeto original elaborado pelo curador geral da mostra, Gabriel Pérez-Barreiro. A exposição realizada em São Paulo era constituída por um conjunto de elementos: o conceito geral da exposição; as sete diferentes mostras organizadas por sete artistas-curadores; as participações individuais de artistas convidados diretamente pelo curador geral; e ainda as relações que se criavam entre todas essas instâncias.