Rango. Arte: Edgar Vasques/Divulgação

E se o Rango fosse uma pessoa de verdade?

Autor do anti-herói de quadrinhos que é a cara do Brasil dos descamisados, o artista gráfico gaúcho Edgar Vasques desenhou um retrato mais realístico de seu icônico personagem

VER GALERIA

O artista gráfico Edgar Vasques completou 50 anos de atividade profissional em 2018. Entre os eventos que marcaram a data redondinha desse bamba brasileiro do traço, um dos destaques foi o lançamento de Crocodilagem  O Brasil Visto de Baixo, um novo álbum de tiras do antológico personagem Rango. O livro de estreia do anti-herói que é a cara do Brasil dos descamisados foi o mais vendido na Feira do Livro de Porto Alegre de 1974, tornando-se o primeiro título de humor gráfico a ocupar essa posição no ranking do evento.

Pois o desenhista gaúcho mandou aqui para o site um desenho tri recente que fez – e que serve de ilustração ali em cima para este post –, concretizando uma ideia antiga que acalentava:

– Há muito tempo penso em como seria o aspecto do Rango visto como pessoa real. Finalmente tentei essa aproximação, embora meio caricatural, de um possível "Rango" real.

Ficou muito legal, né?

Publicado pela L&PM Editores, Crocodilagem  O Brasil Visto de Baixo foi o 17º volume do Rango, reunindo 143 tiras que acompanhavam as desventuras do país desde 2007 até 2018, e que em boa parte foram publicadas no mensário Extra Classe, do Sindicato dos Professores de Escolas Particulares do RS (Sinpro). A novidade, então inédita, foi que a maior parte das tiras era colorida.