Mata nativa da Fundação Iberê Camargo. Foto: Roberta Amaral/Divulgação

12

JAN

27

JAN
HORÁRIOS Sab e dom das 17h às 19h

Projeto Iberê nas Praças retoma caminhada ecológica

A Fundação Iberê Camargo e a Stihl promovem o programa Iberê nas Praças: Encontros de Verão nos dias 12 e 13, 19 e 20 e 26 e 27, aos sábados e domingos, das 17h às 19h

A Fundação Iberê Camargo e a Stihl promovem, em janeiro, o programa Iberê nas Praças: Encontros de Verão. As atividades gratuitas vão ocorrer nos dias 12 e 13, 19 e 20 e 26 e 27, sempre aos sábados e domingos, das 17h às 19h.

Com os objetivos de despertar na população o interesse pelas artes, estimular a preservação e valorização do meio ambiente e da cultura, ampliar o conhecimento sobre a obra do artista Iberê Camargo (1914 – 1994) e oferecer opções culturais ao público, o projeto prevê a realização de oficinas artísticas com técnicas e linguagens diversas, ministradas pela equipe do projeto educativo da fundação. O público poderá escolher entre as oficinas de gravura, pintura com pigmentos naturais e jardim comestível.

A novidade é a revitalização da trilha ecológica, que estava fechada desde 2015. Trilhando o Iberê é uma atividade de caminhada com crianças, adolescentes e adultos para descobrir a mata local: a fundação possui uma área de 16 mil metros quadrados de mata nativa, com uma trilha de cerca de 200 metros, assinada pelo ambientalista José Lutzenberger (1926 – 2002), localizada aos fundos do edifício. Com o auxilio de uma lupa, cada participante pode desenhar as percepções da natureza relacionando-a como parte da arte e da cultura, reproduzindo uma prática bastante difundida entre artistas.

 

Atividades

Gravura em tetrapak – a gravura, principal técnica de Iberê Camargo, será usada para imprimir a memória das crianças e sua relação com a inventividade do brinquedo, utilizando caixinhas de leite desenvolvendo a consciência ambiental.

Impressão em papel reciclado – compondo a oficina de gravura, as crianças utilizarão o papel artesanal confeccionada pela Geração POA, grupo de assistência social da Prefeitura de Porto Alegre, a fim de refletir sobre as possibilidades de reutilização do papel e produção de resíduos, além de fomentar o desenvolvimento de políticas sociais inclusivas.

Contação de histórias – o livro Gaveta dos Guardados reúne breves textos de Iberê Camargo, no qual o artista recorda a infância distante do epicentro da arte que frequentaria anos mais tarde, a autonomia e o mistério do universo da pintura. O livro é o ponto de partida para a contação, em que serão apresentados os carretéis, importantes objetos das memórias de infância de Iberê.

Oficina de pintura com pigmentos naturais – por meio da coleta de diferentes plantas locais, as crianças farão suas próprias tintas percebendo as diferentes cores da natureza e realizando uma pintura com elas.

Oficina PANC’s: jardim comestível – nessa atividade os participantes conhecerão as Plantas Alimentícias Não Convencionais e aprenderão como cultivá-las, confeccionando seu próprio manual de PANC’s, que será levado para casa junto com uma muda ao final da oficina.

 

Serviço

Programação Iberê nas Praças: Encontros de Verão

Sábados e domingos, dias 12 e 13, 19 e 20 e 26 e 27, das 17h às 19h, na orla do Guaíba, em frente à Fundação (prainha do Iberê)

Dias 12 e 13 de janeiro – Oficina de pintura com pigmentos naturais e Trilhando o Iberê

Dias 19 e 20 de janeiro – Oficina de gravura em TetraPak e Trilhando o Iberê

Dias 26 e 27 de janeiro – Oficina PANC: jardim comestível e Trilhando o Iberê

Endereço: Fundação Iberê Camargo – Avenida Padre Cacique, 2000

Visitação: das 14h às 19h (último acesso às 18h45min).

Sab e dom das 17h às 19h

Fundação Iberê Camargo (Avenida Padre Cacique, 2000)

Entrada franca