Foto: Josiele Silva/Divulgação

13

OUT
HORÁRIOS Sab das 18h à meia-noite

Casa Expandida recebe Juliano Barreto e Negra Jaque

O evento será realizado neste sábado (13/10), na Travessa dos Cataventos da Casa de Cultura Mario Quintana. A CCMQ ficará aberta até a meia-noite para visitação, com shows e espaço gastronômico

VER GALERIA

O evento Casa Expandida terá nova edição neste sábado (13/10), a partir das 18h, na Travessa dos Cataventos da Casa de Cultura Mario Quintana. Nesse dia, a CCMQ ficará aberta até a meia-noite para visitação às exposições e espaços e assistir aos espetáculos em cartaz nos teatros Bruno Kiefer e Carlos Carvalho, além de food truck e bier truck na rua.

Desta vez sobem ao palco a rapper Negra Jaque e Juliano Barreto, gaúcho que participou do The Voice Brasil em 2017. A discotecagem do evento será do DJ Gê PowersA entrada é gratuita.

A rapper Negra Jaque é moradora da zona leste de Porto Alegre, em uma de suas tantas periferias chamada Morro da Cruz. É ativista da cultura hip hop desde 2007 e, além do trabalho solo, também é produtora cultural independente – participando, com outros ativistas, da gestão de eventos ligados à cultura hip hop e principalmente pela valorização do hip hop feminino.

Juliano Barreto se dedicou a música popular, lançando dois discos. Morou no Rio de Janeiro, onde atuou como vocalista da lendária Banda Black Rio, fazendo uma série de shows com participações de Luís Melodia, Ed Motta, Sandra de Sá e Fito Páez. Nos últimos quatro anos, vem pesquisando e estudando sobre música e teatro.

Sua experiência com musicais começou na homenagem para os cem anos de Lupicínio Rodrigues, com o espetáculo premiado Lupi, o Musical, idealizado e protagonizado por Juliano assim como a participação no espetáculo épico Eu Sou Maria no Natal Luz de Gramado.

Geovaine Ornelles, mais conhecido como Gê Powers, é um dos pioneiros DJs do hip hop gaúcho. Iniciou sua carreira ainda durante os anos 1970, na cena da black music, e integrou um dos grupos de rap e charme mais antigos de Porto Alegre, chamado J CLIP. Gê Powers ainda é inspiração para muitos artistas e ativistas da cultura de rua gaúcha.

Sab das 18h à meia-noite

Casa de Cultura Mário Quintana (Rua dos Andradas, 736)

Entrada franca