Matinal assinantes

O produtor Luiz Carlos Barreto abraça a atriz Fernanda Montenegro, homenageada da noite.

"Bingo – O Rei das Manhãs" é o principal vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2018

Em noite de homenagem a Fernanda Montenegro, Maria Ribeiro e Vladimir Brichta ganham os troféus Grande Otelo de melhor atriz e melhor ator

Academia Brasileira de Cinema anunciou na noite de terça-feira (18/9) os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em cerimônia no Rio de JaneiroBingo  O Rei das Manhãs, de Daniel Rezende, foi agraciado com oito troféus Grande Otelo, nas categorias Melhor Longa-Metragem de Ficção, Montagem de Ficção, Figurino, Maquiagem, Direção de Arte, Voto Popular – Melhor Longa-Metragem de Ficção, Ator Coadjuvante e Melhor Ator.

O segundo filme mais premiado foi A Glória e a Graça, de Flávio Ramos Tambellini, com três troféus: Roteiro, Direção de Fotografia e Melhor Atriz Coadjuvante. Como Nossos Pais, de Laís Bodanzky, levou os prêmios de Melhor Direção e Melhor Atriz.

Neste ano, a disputa reuniu 36 longas e 20 curtas nacionais, além de cinco longas estrangeiros, que concorreram em 30 categorias. Com direção de Ivan Sugahara, a premiação foi realizada na Cidade das Artes, no Rio, com transmissão ao vivo do Canal Brasil para todo o país. 

Um dos pontos altos e mais emocionantes da noite foi a homenagem a Fernanda Montenegro, que, aos 88 anos de idade, celebra 75 de carreira. Vinícius Oliveira, que contracenou ainda criança com a atriz em Central do Brasil, em 1998, recitou um cordel de Bráulio Bessa escrito especialmente para ela, levando a atriz às lágrimas.

Os diretores Cacá Diegues e Zelito Viana e o produtor Luiz Carlos Barreto, amigos de longa data de Fernanda Montenegro, subiram ao palco para entregar o troféu à grande dama. O cineasta Nelson Pereira dos Santos e o diretor e produtor Roberto Farias – ex-presidente da Academia Brasileira de Cinema –, que faleceram neste ano, também foram lembrados.

A emocionante homenagem a Fernanda Montenegro foi o ponto alto da cerimônia do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro da noite na Cidade das Artes. Aos 90 anos, Luiz Carlos Barreto, o "Barretão", ajoelhado com "Fernandona" no palco foi de arrepiar: somando juntos quase 180 anos de vida, os dois protagonizaram uma imagem que sintetiza o vigor, a qualidade e a resistência do cinema brasileiro.
 

VENCEDORES DO GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO 2018

  • Longa-Metragem de Ficção: Bingo O Rei das Manhãs
  • Longa-Metragem Documentário: Divinas Divas
  • Longa-Metragem Comédia: Divórcio
  • Longa-Metragem Animação: Historietas Assombradas – O Filme
  • Longa-Metragem Infantil: Detetives do Prédio Azul
  • Direção: Laís Bodanzky (Como N ossos Pais)
  • Atriz: Maria Ribeiro (Como Nossos Pais)
  • Ator: Vladimir Brichta (Bingo – O Rei das Manhãs)
  • Atriz Coadjuvante: Sandra Corveloni (A Glória e a Graça)
  • Ator Coadjuvante: Augusto Madeira (Bingo – O Rei das Manhãs)
  • Direção de Fotografia: Gustavo Hadba (A Glória e a Graça) 
  • Roteiro Original: Mikael de Albuquerque e Lusa Silvestre (A Glória e a Graça)
  • Roteiro Adaptado: Mikael de Albuquerque (Real – O Plano por Trás da História)
  • Direção de Arte: Cássio Amarante (Bingo – O Rei das Manhãs)
  • Figurino: Verônica Julian (Bingo – O Rei das Manhãs)
  • Maquiagem: Anna Van Steen (Bingo – O Rei das Manhãs)
  • Efeitos Visuais: Ricardo Bardal (Malasartes e o Duelo com a Morte)
  • Montagem Ficção: Márcio Hashimoto (Bingo – O Rei das Manhãs)
  • Montagem Documentário: Natara Ney (Divinas Divas)
  • Som: George Saldanha, François Wolf e Armando Torres Jr. (João, o Maestro)
  • Trilha Sonora Original: Plínio Profeta (O Filme da Minha Vida)
  • Trilha Sonora: Mauro Lima, Fael Mondego e Fábio Mondego (João, o Maestro)
  • Longa-Metragem Estrangeiro: Uma Mulher Fantástica (Chile)
  • Curta-Metragem de Animação: Vênus-Filó, a Fadinha Lésbica
  • Curta-Metragem Documentário: Ocupação do Hotel Cambridge
  • Melhor Curta-Metragem Ficção: A Passagem do Cometa
  • Voto Popular  Longa Brasileiro: Bingo – O Rei das Manhãs
  • Voto Popular  Longa Estrangeiro: La La Land: Cantando Estações
  • Voto Popular  Longa Documentário: Cora Coralina