Foto: Thiéle Elissa Wiest/Divulgação

12

SET
HORÁRIOS Quarta 19h

"O Templo Interior" na Galeria Mascate

Nesta quarta-feira (12/9), às 19h, Régis Duarte lança sua nova coleção, inspirada na arte do argentino Ariel De La Vega

VER GALERIA

O estilista Régis Duarte lança sua nova coleção, intitulada O Templo Interior, inspirada na arte do argentino Ariel De La Vega. A mostra entra em exibição nesta quarta (12/9), na Galeria Mascate, a partir das 19h.

Prints de pinturas em grandes formatos e reproduções de desenhos em papel preto com figuras de semblante clássico compõe a parceria da dupla. Quem passar por lá, ainda terá a oportunidade de assistir pela primeira vez o curta Dentro, sobre De La Vega e Duarte, com roteiro e fotografia de Diogo Santoro e direção de cena de Tiago Coelho, que também assina a curadoria da mostra.

O estilista conheceu o trabalho do artista em exposição no Museu de Belas Artes da cidade de Tandil, na província de Buenos Aires. De La Vega abre, neste mês de agosto, exposição também no Centro Cultural Borges, um dos mais importantes da capital portenha.

Estruturas líricas, onde catedrais, linhas arquitetônicas, natureza e rostos envoltos em um elo de mistério e cores iluminadas se integram aos escuros desenhos pretos. Na coleção, composta por vestidos longos e básicos, blusas e camisetas, Duarte explora o universo de contrastes de De La Vega, dando destaque aos rostos de iluminação barroca.

Para celebrar e conquistar novos espaços na cidade, esta será a primeira coleção de Régis, que terá peças exclusivas na Hemb. Uma soma de forças com o empresário Felipe Hemb, que dedica boa parte do tempo na busca de produções de roupas autorais para disponibilizar na loja. Seja daqui ou de algum lugar do mundo.

Nascido em Uruguaiana, Régis Duarte, descobriu seu fascínio por vestuário, no Instituto de Moda e Tecnologia de Nova York, em curso voltado à propaganda. Filho de uma professora de artes que criava peças exclusivas nas horas vagas, o artista cresceu entre linhas, bordados e tecidos. Ele começou customizando camisetas nos anos 90, trabalhando em parceria com a mãe com quem trocava desenhos via fax. Das camisetas vieram vestidos e uma longa história apostando na peça única e exclusiva. Régis estudou arquitetura até a metade do curso e um período de design gráfico no Instituto Pratt. Em 2005, fundou o Barraco Cultural, onde trabalha até hoje. Inquieto e plural, não se limita à roupa, trabalha em coletivos de design e fotografia. Já participou de exposições na China, Uruguai, Argentina, Rússia e Brasil.

Quarta 19h

Galeria Mascate (Rua Laurindo, 332)

Entrada franca