Matinal assinantes

Biba Meira prepara disco solo

"Suave Coisa Nenhuma" é o nome do álbum produzido pela baterista do Defalla e pelos músicos Edu K e Flávio Santos (Flu), com financiamento coletivo aberto no Catarse

VER GALERIA

Biba Meira está preparando um disco solo instrumental ainda para este ano. Suave Coisa Nenhuma é o nome do álbum produzido pela baterista do Defalla e pelos músicos Edu K e Flávio Santos, o Flu, com financiamento coletivo aberto no Catarse, incluindo recompensas para os apoiadores.

Instrumentista que se destaca pelo estilo próprio e pela diversidade rítmica – em uma fusão de batidas originais com tambores, bumbo e caixa –, Biba é uma das criadoras da orquestra feminina de bateria e percussão As Batucas, grupo que reúne mais de 70 mulheres. Para seu trabalho solo, escalou um time só de mulheres para executar as instrumentações – incluindo sua filha, Júlia Pianta, nas percussões, a guitarrista Raquel Pianta, a trombonista Dejeane Arruee, a violinista Clarissa Ferreira, a baixista Gabriela Lery e ainda boa parte do time das Batucas.

A etapa de pré-produção já foi concluída e contou com Edu K no comando, nos estúdios Audio Porto. Edu tem experiência com produção há mais de 20 anos e produziu quase todos os discos do Defalla, além de trabalhos com Cachorro Grande, Comunidade Nin-Jitsu, Detonautas Roque Clube, Mundo Livre S/A Os Skrotes, entre outros.

Boa parte das gravações do disco já rolou na Audio Porto e no estúdio de Edo Portugal, em Porto Alegre. Ainda restam algumas gravações, além da edição, mixagem e masterização do novo álbum.

Quem está à frente dessa etapa é Flu, parceria que vem de longa data – desde a primeira banda da Biba, o Urubu Rei, até o Defalla. Flu vai acompanhar a finalização de quase todas as músicas de Suave Coisa Nenhuma.

O financiamento coletivo está rolando no Catarse. As recompensas para quem participar do crowdfunding incluem raridades como o DVD Sobre Amanhã, produzido pela Zeppelin Filmes com um recorte da história do Defalla; a camiseta Suave Coisa Nenhuma, com design de Léo Lage; a cerveja das Batucas, criada em parceria com a cervejaria Diefen Bros; o disco entregue em mãos na casa do apoiador; aulas particulares de bateria com Biba Meira; oficina de percussão no estúdio das Batucas.

Em 1984, Biba iniciou sua carreira na banda Urubu Rei, formada por Luiz Eduardo Miranda. Com apenas três anos de carreira, em 1987, foi escolhida pela crítica nacional na revista musical Bizz a segunda melhor instrumentista do ano, ficando atrás apenas do guitarrista Edgard Scandurra.

Desde a década de 1980 é baterista do Defalla. Professora de música na Batuca Escola de Bateria e Percussão, que fundou ao lado do também baterista Cláudio Calcanhotto, a instrumentista é idealizadora de um projeto que vem se destacando muito na cena musical e de educação musical na cidade: As Batucas – Orquestra Feminina de Bateria e Percussão, formada por mulheres de diferentes idades, formações, e personalidades. As Batucas são regidas por Biba e Vini Silva.