Matinal assinantes

Profissionais da cultura cobram medidas do governo do Estado

Fórum de Ação Permanente pela Cultura divulgou uma carta ao governador do Estado, Eduardo Leite

Sem perspectiva de voltar ao trabalho, trabalhadores da cultura divulgaram, na última sexta (15), uma carta ao governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB). No documento, integrantes do Fórum de Ação Permanente da Cultura pedem a criação de uma renda básica para o setor cultural, como forma de mitigar os efeitos da pandemia.

"Vimos a público apresentar nossa indignação pela forma como a Secretaria de Estado da Cultura (SEDAC/RS) opera os editais do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), especialmente o FAC Movimento! Por uma questão de justiça igualitária não é justa a habilitação do Sistema S e de outras entidades historicamente tem maior facilidade de captação concorrendo com artistas independentes.

Repudiamos esta posição da atual gestão da SEDAC de priorizar os grandes captadores, o mercado e o interesse das grandes empresas ao invés de fortalecer e democratizar o acesso dos pequenos grupos, coletivos e pequenas empresas. Exigimos a revisão deste resultado para que os recursos estejam à disposição dos que mais precisam, principalmente neste momento de pandemia.

Reafirmamos nosso compromisso de que os recursos da cultura devem chegar aos fazedores, trabalhadoras e trabalhadores da cultura que são os responsáveis pela produção do bem cultural. O resultado publicado hoje evidencia a necessidade de mais recursos para o FAC e de editais voltados para a sociedade civil, artistas, coletivos, trabalhadores e trabalhadoras da cultura!"

Fórum de Ação Permanente pela Cultura