Matinal assinantes

O proprietário da Bamboletras, Milton Ribeiro, na tradicional livraria da rua Lima e Silva. Foto: Bamboletras/Divulgação

Livraria Bamboletras completa 25 anos

Fundada em 1995 pela jornalista Lu Villela, desde 2018 é comandada pelo também jornalista Milton Ribeiro

Um dos espaços mais queridos dos leitores de Porto Alegre, a Bamboletras completa 25 anos nesta sexta-feira (24/4). Fundada em 1995 pela jornalista Lu Vilella e desde 2018 capitaneada pelo também jornalista Milton Ribeiro, a livraria comemora duas décadas e meia de atuação em um momento sui generis, em meio à pandemia do coronavírus. 

“Estamos sob o impacto das justas medidas de quarentena em razão do Covid-19. Isso nos pegou de surpresa, e a troca de cumprimentos e a festa que faríamos foi adiada. Mas permaneceremos ativos nas telentregas, como estamos fazendo nestes dias”, conta Ribeiro. Sem poder abrir as portas ao público, a Bamboletras vai aproveitar a data para compartilhar em suas redes sociais depoimentos de frequentadores assíduos.

Inicialmente a livraria ocupava um espaço na rua da República, na Cidade Baixa, mas logo migrou para o Centro Comercial Olaria, na rua Lima e Silva, no mesmo bairro. “Quando eu estava na pós, enquanto meu gosto ia ficando mais requintado, notei que todos os títulos que eu queria ou precisava ler não estavam nas livrarias. Então pensei que Porto Alegre precisava de um local especializado em literatura”, relembra Vilella, fundadora da livraria.

Atual proprietário do espaço, Ribeiro lembra que a livraria nasceu dedicando atenção especial à literatura infantil. “Era a única onde as pessoas não somente encontravam os bons lançamentos mas obras clássicas como Ou Isto ou Aquilo, de Cecília Meirelles, ou um Drummond, um Quintana, um Guimarães Rosa, um Erico para seus filhos”, explica. Hoje o espaço reúne os mais variados gêneros. “Há uma curadoria, e quem é apaixonado ou viciado em literatura, aqui na cidade, já foi à Bamboletras por um motivo ou outro”, completa.

Diante da impossibilidade de consultar as prateleiras da livraria, os clientes da Bamboletras têm solicitado livros por telefone e pelas redes sociais. Entre os pedidos, destaque para obras como A Peste, de Albert Camus – entre outros títulos relacionados ao momento atual, livros de receitas, clássicos e leituras que exigem tempo. “As pessoas estão aproveitando para ler os livrões. Muitos pedidos de Dom Quixote, Anna Kariênina, da série napolitana da [Elena] Ferrante, A Montanha Mágica, Doutor Fausto etc.”, conta o livreiro.

A Livraria Bamboletras está recebendo pedidos pelo telefone 3221-8764 e pela página da livraria no Facebook.