Matinal assinantes

Foto: Fundação Iberê/Divulgação

25

ABR
HORÁRIOS Sábado 11h

Fundação Iberê realiza live com Denise Mattar

Neste sábado (25/4), às 11h, Gustavo Possamai conduzirá um bate-papo online com a curadora da próxima exposição "O Fio de Ariadne"

Neste sábado (25/4), às 11h, a Fundação Iberê promove novamente uma live no Instagram com Denise Mattar, curadora da próxima exposição O Fio de Ariadne, prevista para inaugurar após a quarentena. O bate-papo será conduzido por Gustavo Possamai, responsável pelo acervo da Fundação e co-curador da mostra.

Denise abordará a produção de tapeçarias na arte ocidental desde suas origens até a contemporaneidade, com atenção especial às realizadas pelo Artesanato Guanabara, ateliê do Rio de Janeiro que produziu as de Iberê Camargo.

A primeira tapeçaria de Iberê foi confeccionada em 1975 e hoje integra a coleção Roberto Marinho. Outra, que chegou recentemente de Portugal para a exposição, decorava o consultório da Clínica Odontológica De Luca, no Rio de Janeiro, da qual Iberê foi cliente.Também participa da mostra a tapeçaria que reproduz um dos estudos para o painel monumental de 49 metros quadrados realizado por Iberê para a sede da Organização Mundial da Saúde, em Genebra. 

Durante as décadas de 1960 e 1970, além de sua intensa produção em pintura, desenho e gravura, Iberê Camargo realizou trabalhos em cerâmica e tapeçaria. Eles respondiam a uma demanda do circuito de arte, herdada da utopia modernista, que preconizava o conceito de síntese das artes; uma colaboração estreita entre arte, arquitetura e artesanato.

Convidada pelo centro cultural a desenvolver esse projeto, a curadora Denise Mattar, juntamente com Gustavo Possamai, expandiu essa percepção inicial, revelando o fio de Ariadne: a urdidura feminina que apoiou o trabalho de Iberê Camargo ao longo de sua história.

Sábado 11h