Matinal assinantes

Foto: Camila da Cunha/Divulgação

03

MAR
HORÁRIOS Terça 19h

Março é o mês das mulheres no Projeto Chapéu Acústico

A cantora e compositora paraense Raquel Leão abre a programação do projeto nesta terça-feira (3/3), às 19h, no Salão Mourisco da Biblioteca Pública do Estado

O Projeto Chapéu Acústico, que acontece nas terças-feiras, às 19h, no Salão Mourisco da Biblioteca Pública do Estado (BPE), dedica o mês de março à representatividade feminina na música. Quem abre a programação do Mês da Mulher, nesta terça (3/3), é a cantora e compositora paraense Raquel Leão.
 
O show Afro-Afetividades reúne o trabalho autoral de Raquel com composições de músicos e amigos de Porto Alegre e do Pará, além de canções do “lado B” da MPB.

 – O show é rítmico, dissonante. Tem a ancestralidade negra e a atualidade dos sons dos tempos e momentos que vivemos hoje antecipa a cantora e compositora.

Raquel vai estar acompanhada por Ricardo Cordeiro, compositor, violonista, cantor, arranjador, produtor e professor de música. Natural de Rio Grande, mas radicado em Porto Alegre, Ricardo joga com a sonoridade do mar e a relação com o litoral do Rio Grande do Sul, com o sal, os ventos e as ondas em suas composições.
 
Radicada em Porto alegre desde 2010, Raquel gravou um EP intitulado Nega, com influências musicais que vão desde o carimbó, o lundum e a cúmbia, ritmos de sua terra, até os cantos de terreiro, os batuques de preto, os tambores do norte e do sul. A partir do contato com músicos gaúchos, desde que chegou a Porto Alegre, o trabalho de Raquel Leão foi misturando novos sotaques, que se entrelaçam no que ela define como sonoridade afro-amazônica.
 
O ingressos é uma contribuição espontânea.

Terça 19h

Biblioteca Pública do Estado (Riachuelo, 1190)

Contribuição espontânea