Foto: Jaque Moura/Divulgação

17

JAN

30

MAR
HORÁRIOS Seg a sab das 9h às 21h

Exposição "(Re)visitando Pancha" será inaugurada com encontro de kirtans

O projeto de Jaque Moura, filmado pela Selo Verde, figurinado por Jaque Lucas e idealizado e executado por Clarissa Brittes, inaugura nesta sexta-feira (17/1), no Vem Voar Studio

VER GALERIA

Nesta sexta (17/1), às 17h30min, será realizado um encontro de kirtans no Vem Voar Studio, celebrando a abertura de exposição (Re)visitando Pancha. O projeto de foto-exposição foi clicado por Jaque Moura, filmado pela Selo Verde,  figurinado por Jaque Lucas e idealizado e executado por Clarissa Brittes, performer, arte-educadora e idealizadora do Vem Voar Studio.

Pancha significa cinco em sânscrito, e faz referência aos cinco elemantais (mahabhutas) que compõem a natureza, segundo o ayurveda - conhecimento hindu que se traduz por "ciência da vida". Terra, Água, Fogo, Ar e Éter inspiram a movimentação dos chakras a partir de posturas, de relação com os sentidos e de diversas outras correlações que são abordadas pela autora, desde Pancha - instalações somáticas, uma série de performances realizada em torno do Mercado Público de Porto Alegre em 2018.

Ao (re)visitar o trabalho, a performer, cujo trabalho entrelaça arte e yoga, chama atenção para questões que envolvem os elementais na relação com fatos recentes e lutas importantes que constituem a realidade brasileira e local. O trabalho foi realizado em Porto Alegre, Charqueadas e Eldorado do Sul, abordando temas ambientais, sociais e de gênero.

O projeto abre oficialmente as portas do estúdio, que contará com diversos cursos de formação e com parcerias para a realização de eventos que entrelaçam arte, atenção plena, consciência corporal e auto-cuidado, integrando a pesquisa somático-terapêutica a propostas artísticas.

A performer e idealizadora do Vem Voar Studio, Clarissa Brittes, é graduada e especializada em dança pela UFRGS e PUCRS, respectivamente. Estuda a anatomia sutil a partir de uma pesquisa somático-performativa, buscando introduzir conceitos de experiência sensível tanto em seus processos de docência quanto na concepção de sua arte, que prima pela proposição de horizontalidade entre público e artista.

A entrada é gratuita.

Seg a sab das 9h às 21h

Vem Voar Studio (Rua Washington Luiz, 422)

Entrada franca