Matinal assinantes

Fernanda Copatti e Juliana Figueiredo, embaixadoras do coletivo no RS. Foto: Heloisa Medeiros/Divulgação.

Não é Não - RS 2020

O coletivo que combate o assédio no Carnaval e em outros eventos, distribuindo tatuagens temporárias de graça, está com financiamento coletivo aberto até o dia 16 de janeiro

O coletivo Não é Não! começou em 2017, no Rio de Janeiro, com um trabalho voltado para o combate ao assédio através da produção de tatuagens temporárias distribuídas gratuitamente no carnaval de rua. Esse ano o coletivo já está presente em 15 estados e chegou aqui no Rio Grande do Sul.

As embaixadoras gaúchas são a cantora Fernanda Copatti e a advogada Juliana Figueiredo. O valor para a produção dessas tatuagens é gerado via financiamento coletivo e as recompensas estão incríveis. E o mais legal, são feitas por empreendedoras e produtoras locais, o que amplia ainda mais essa rede de apoio feminina.

Meninos são super bem vindos e podem colaborar também, só não receberão as tatoos.

Bora acabar com o assédio juntes?? O financiamento segue até o dia 16 de janeiro, para contribuir acesse aqui

 

Confira o vídeo da campanha: