Cena de "Uma Mulher Alta". Foto: Divulgação

"Uma Mulher Alta" chega às salas de cinemas nacionais

Longa de Kantemir Balagov, inspirado no livro "A Guerra Não Tem Rosto de Mulher", estreia nesta quinta-feira (12/12) nos cinemas

VER GALERIA

Indicado da Rússia ao Oscar 2020 de Melhor Filme Internacional e inspirado no livro A Guerra Não Tem Rosto de Mulher, de Svetlana AleksiévitchUma Mulher Alta confirma o grande talento do diretor russo de 28 anos Kantemir Balagov com uma história sobre os traumas e as cicatrizes da guerra. Um olhar sobre o pós-guerra, ganhador do prêmio de Melhor Direção da mostra Un Certain Regard no Festival de Cannes 2019.

O longa estreia nesta quinta (12/12), em São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Recife e Florianópolis. Com exceção do Rio de Janeiro, que passa a exibir o filme a partir de 19 de dezembro.

Um Mulher Alta se passa na cidade de Leningrado, em 1945, e conta a história de Iya (Viktoria Miroshnichenko) e Masha (Vasilisa Perelygina), duas jovens mulheres que buscam esperança e significado em meio aos destroços físicos e psicológicos deixados na Rússia após o fim da Segunda Guerra Mundial. O filme está na categoria Expectativas 2019 do 21º Festival do Rio.    

 

Sinopse

1945, Leningrado. A Segunda Guerra Mundial devastou a cidade, demolindo seus edifícios e deixando seus cidadãos em pedaços, físico e mentalmente. Embora o cerco – um dos piores da história – tenha finalmente terminado, a vida e a morte continuam a sua batalha nos destroços que restam. Duas jovens mulheres, Iya e Masha, buscam por sentido e esperança na luta para reconstruir suas vidas entre as ruínas.

 

Confira o trailer de Uma Mulher Alta: