Santa Soja 40 anos - memória do fotojornalismo

Campanha de financiamento coletivo busca editar nova publicação em homenagem ao clássico livro de 1979

VER GALERIA

Santa Soja é um fotolivro lançado em 1979 pela agência Ponto de Vista, com apoio da Assembleia Legislativa do Estado. Na época, os autores Eneida Serrano, Genaro Joner, Jacqueline Joner, Luiz Abreu e o jornalista André Pereira faziam parte da Coojornal e se juntaram para essa série de reportagens. Além deles, mais dois integrantes completavam a equipe: o fotógrafo Raul Sanvicente, atualmente desembargador federal do trabalho no TRT4, e o já falecido Humberto Andreatta. Agora uma campanha de financiamento coletivo busca editar nova publicação em homenagem à publicação.

A narrativa visual que compõe o livro é resultado da reedição do conteúdo fotográfico publicado originalmente em reportagens para a revista Agricultura e Cooperativismo, da Fecotrigo, e para o jornal O Interior, do município de Carazinho.

No fotolivro, as fotografias foram organizadas em sequências temáticas com autonomia e protagonismo visual, separadas por textos que contribuem com informações objetivas a fim de complementar uma narrativa documental sobre o empobrecimento de famílias agricultoras durante a expansão do cultivo extensivo de soja e a simultânea diminuição das culturas de subsistência no Rio Grande do Sul.

Em 2019, quando se completam 40 anos do lançamento do Santa Soja, a campanha propõe um movimento colaborativo para lançar um novo livro, Santa Soja 40 anos, composto de quatro partes: 1) um fac-símile do livro original; 2) um ensaio baseado na pesquisa desenvolvida durante o mestrado do jornalista e fotógrafo Eduardo Seidl; 3) as entrevistas realizadas no âmbito da pesquisa com os cinco autores; e 4) uma seleção das fotografias originais com uma qualidade de tratamento e impressão contemporâneas para valorizar a minúcia técnica e estética que pautou o trabalho, de inquestionável dimensão histórica como narrativa fotográfica e de registro do movimento pela reforma agrária no Brasil.

Para apoiar a campanha, acesse aqui.