Matinal assinantes

Foto: Edu Rabin/Divulgação

29

NOV

30

NOV
HORÁRIOS Sex e sab às 20h

"As Quatro Direções do Céu" no Teatro Glênio Peres

Com direção de Camilo de Lélis, a peça participa da 5ª Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres, com apresentações nos dias 29 e 30 de novembro, às 19h. A entrada é franca

A  Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres apresenta o espetáculo As Quatro Direções do Céu nos dias 29 e 30 de novembro, às 19h, com entrada franca. Os ingressos estão disponíveis para retirada a partir desta terça (26/11), das 9h às 17h, na Seção de Memorial, no térreo da Câmara de Vereadores. Mais informações pelos fones (51) 3220-4187, 3220-4318 ou pelo e-mail memorialcmpa@camarapoa.rs.gov.br .

O espetáculo é a primeira tradução do texto alemão para o português e também a primeira montagem no Brasil, dirigida pelo premiado diretor gaúcho Camilo de Lélis. O espetáculo arrebatou público e crítica especializada em sua estreia em Porto Alegre, em 2015.

No 10º Prêmio Braskem em Cena 2015, levou os troféus de melhor espetáculo (júri oficial) e melhor direção. No Prêmio Açorianos de Teatro 2015 venceu nas categorias melhor ator coadjuvante (Tiago Contte) e melhor espetáculo pelo júri popular.

Na peça, o destino apontado pelas quatro direções do céu define o percurso de quatro personagens, numa fábula em que os acontecimentos se repetem e se complementam sob diferentes perspectivas. Um homem forte sofre um acidente com seu caminhão, abandona a carga e ruma para uma vida melhor.

Um homem pequeno encontra a carga na beira da estrada e, com o achado, vê-se diante de uma nova existência. O acaso interliga essas duas pessoas para sempre. Ambos se apaixonam por uma jovem mulher – uma garçonete, cujos cabelos encaracolados evocam o mito da Medusa. Apenas madame Oiseau, a cartomante – com visões do futuro – sabe que eles caminham em uma direção onde um pode se tornar o destino do outro.

A encenação apresenta o tempo presente, porém a narrativa aponta para o passado, remetendo a uma fantasia cinematográfica, literária e poética. Uma cidade onde quatro personagens chegam em busca de algum sentido para sua existência.

Sex e sab às 20h

Teatro Glênio Peres (Avenida Loureiro da Silva, 255 – Centro)

Entrada franca