Cena do filme "Ainda Temos a Imensidão da Noite". Foto: Divulgação

"Ainda Temos a Imensidão da Noite" tem sessão com Lee Ranaldo

O guitarrista da banda Sonic Youth produziu a gravação da trilha original e estará no Brasil para o lançamento do filme no Cine Esquema Novo 2019

VER GALERIA

Ainda Temos a Imensidão da Noite, novo filme de Gustavo Galvão, integra a programação do Cine Esquema Novo 2019. Lee Ranaldo, guitarrista da banda Sonic Youth, produziu a gravação da trilha original e estará em Porto Alegre para o lançamento do filme.

A resistência de uma cantora e trompetista é testada no novo filme do diretor Gustavo Galvão. Rodado em Brasília e em Berlim, o drama Ainda Temos a Imensidão da Noite narra a saga de Karen (Ayla Gresta), que vê o esfacelamento de sua banda de rock e de suas relações numa realidade cada dia mais desoladora. Aos 27 anos, ela deixa Brasília para dar vazão à paixão pela música.

Na trama, o relacionamento dos membros da banda de Karen aos poucos se despedaça por culpa da perspectiva quase nula de sobreviver na cena alternativa brasiliense. Os músicos do grupo cedem a empregos na máquina burocrática da cidade. Porém, após Artur, o guitarrista, ir embora para Berlim, a protagonista tenta seguir os passos dele para buscar uma maneira de subsistir sem precisar se entregar a um trabalho que a mate por dentro.

Gustavo Galvão, realizador de Uma Dose Violenta de Qualquer Coisa (2013) e Nove Crônicas para um Coração aos Berros (2012), promove as locações e o som à condição de personagens. Os protagonistas são músicos de verdade e formam uma banda montada especialmente para o filme, chamada Animal Interior. O quarteto liderado por Ayla Gresta criou a trilha do longa em parceria com outros dois compositores, e as músicas tiveram a produção do guitarrista norte-americano Lee Ranaldo, um dos fundadores da icônica banda Sonic Youth.

O diretor assina o roteiro ao lado da alemã Barbie Heusinger e da gaúcha Cristiane Oliveira (do premiado longa Mulher do Pai). A equipe técnica conta com o designer de produção alemão Tamo Kunz, que trabalhou com Fatih Akin em filmes renomados como Em Pedaços, Contra a Parede e, mais recentemente, O Bar Luva Dourada, e a consagrada produtora Sara Silveira, de As Boas Maneiras e Cinema, Aspirinas e Urubus.

O longa, que estreia no dia 5 de dezembro no circuito nacional, foi selecionado para diversos festivais, entre eles o de Brasília e a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo.