Mateus Solano e Miguel Thiré dividem o palco mais uma vez. Foto: Vitor Zorzal/Divulgação

07

ABR

08

ABR
HORÁRIOS sex
Às 21h
Sáb
Às 18h e às 20h

A selfie nossa de cada dia

Comédia interpretada por Mateus Solano e Miguel Thiré fala da febre contemporânea da autoexposição e da necessidade de estar online acompanhando tudo e todos

Selfie, em inglês, é um neologismo com origem no termo self-portrait, que significa autorretrato – e dá nome às fotos clicadas por aparelho celular e compartilhadas na internet, como tod mundo sabe. Pois em 2013, o verbete selfie foi eleito a palavra do ano, segundo o blog da Oxford University Press, ligado à universidade inglesa de mesmo nome. A escolha foi motivada pela constatação de que esse verbete cresceu nada menos do que 1.7000% naquele ano.

O fenômeno estimulou e inquietou o produtor Carlos Grun, que se uniu aos atores Mateus Solano e Miguel Thiré, parceiros artísticos de longa data, para refletir e rir de tudo isso, concebendo a criação da comédia Selfie, que chega a Porto Alegre neste fim de semana para três apresentações, marcadas para sábadodia 7, às 21h; e domingodia 8, às 18h e às 20h, no Teatro do Bourbon Country. Os ingressos estão à venda neste site.

A peça conta a história de Claudio (Mateus Solano). um homem superconectado que armazena toda a sua vida em computadores, redes sociais e nuvens. Debruçado sobre um projeto de criar um sistema único para armazenamento de todos os dados de uma pessoa, vê seu sonho ir água abaixo quando deixa cair um café em seu equipamento, que sofre uma pane e apaga tudo. Ele então torna-se um homem sem passado, já que não se lembra de nada, pois toda sua memória era virtual. A partir daí, Claudio inicia uma saga em busca da memória perdida, recorrendo a vários personagens de sua vida – 11 ao todo, vividos por Miguel Thiré – para reconstituir sua história.

A direção é do ator, dramaturgo e diretor Marcos Caruso e o texto é assinado por Daniela Ocampo, roteirista de comédias de sucesso como Lente de Aumento, de Leandro Hassum, e Z.É – Zenas Improvisadas, de Fernando Caruso, Marcelo Adnet, Gregório Duvivier e Rafael Queiroga.

Classificação: 14 anos

Duração: 70 min

sex, Às 21h, Sáb, Às 18h e às 20h

Teatro do Bourbon Country ((Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country)

Diversos valores