"Caliban – A Tempestade de Augusto Boal" em São Leopoldo

A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz encena a montagem neste domingo (3/11), às 16h, em frente ao Museu do Rio dos Sinos

O espetáculo Caliban – A Tempestade de Augusto Boal, criação coletiva da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, será encenada neste domingo (3/11), às 16h, em frente ao Museu do Rio dos Sinosem São Leopoldo, dentro da programação Sarau do Rio.

O grupo leva esse clássico de Shakespeare para a rua e para o exame crítico, lançando mão da adaptação feita por Augusto Boal nos anos 1970, para criticar o retrocesso nos direitos sociais do Brasil de hoje. A narrativa é vista pela perspectiva de Caliban, metáfora dos povos originários da América, que foram dizimados pelos colonizadores, simbolizados na figura de Próspero.

O espetáculo reflete alegoricamente a nossa sociedade. Fazem parte da encenação os atuadores: Alex Pantera, André de Jesus, Clélio Cardoso, Daniel Steil, Eugênio
Barboza, Fabrício Cuña Miranda, Helen Sierra, Keter Velho, Letícia Virtuoso, Luana Rocha, Lucas Gheller, Márcio Leandro, Mariana Stedele, Marta Haas, Natalia Meneguzzi, Paulo Flores, Rafael Torres, Raphael Costa, Roberto Corbo, Rochelle Silveira, Rogério Bertoldo
e Tânia Farias.

Dom 16h

Museu do Rio dos Sinos (Rua da Praia, 52 | São Leopoldo)

Entrada franca