Foto: Carlos Calado/Divulgação

Juarez Fonseca é o homenageado do POA Jazz Festival 2019

Prestes a completar 50 anos de carreira, o jornalista e crítico é referência no país pelo profundo conhecimento da cena musical brasileira e internacional

Mantendo a tradição de destacar grandes impulsionadores da cena musical que estão em atuação no país, o POA Jazz Festival homenageará o jornalista e crítico de música Juarez Fonseca neste ano. Durante o evento, o público e os curadores do festival vão celebrar a chegada dos 50 anos de carreira do profissional.
 
Jornalista desde 1970, Juarez Fonseca já foi crítico de música, colunista, editor e comentarista de grandes veículos de comunicação do Rio Grande do Sul, além de ter seus textos publicados em diversos jornais do centro do país. É um dos grandes pesquisadores da música brasileira e produtor de shows e discos de músicos como Renato Borghetti, Telmo de Lima Freitas, Leopoldo Rassier, Victor Hugo e Barbosa Lessa. Também é autor de livros como Ora Bolas, sobre Mario Quintana; Gildo de Freitas, o Rei dos Trovadores; e Neugebauer, uma História, sobre a primeira fábrica de chocolates do Brasil, fundada em 1891, na capital gaúcha.
 
Integrou o Conselho de Ética do Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul, foi coordenador de Música da Secretaria da Cultura de Porto Alegre, membro do Conselho Estadual de Cultura do Rio Grade do Sul e chefe da assessoria de imprensa da Secretaria da Cultura do Estado, além de ter atuado como jurado dos principais festivais do país, entre eles a Califórnia da Canção, a Moenda, o Musicanto, a Coxilha, a Seara, a Tertúlia, a Tafona, o MPB Shell e o Festival dos Festivais.

O jornalista e crítico será o quinto homenageado do festival que, desde a sua primeira edição, vem destacando profissionais atuantes no setor musical do Brasil. O evento já homenageou o maestro, arranjador e professor Paulo Dorfman, o jornalista e apresentador Paulo Moreira, o escritor e músico Luis Fernando Verissimo e o musicólogo e jornalista Zuza Homem de Mello.

– O Juarez Fonseca é um jornalista que tem se destacado por ser um impulsionador da música no Rio Grande do Sul. Ele sempre apoiou e compareceu nos grandes momentos da cultura gaúcha e nacional. Respeitado no Brasil inteiro, ele tem nos brindado com sua presença em todas as edições do POA Jazz Festival e é um grande entusiasta do festival. Por toda a sua representatividade como crítico musical e jornalista cultural, a homenagem é uma espécie de celebração à atuação desse jornalista brasileiro tão importante – comenta Carlos Badia, curador e produtor do festival.

Em 2019, o POA Jazz Festival chega à quinta edição no Rio Grande do Sul, com duas noites de música no BarraShoppingSul em 8 e 9 de novembro, e volta a acontecer em São Paulo, pelo segundo ano consecutivo, com shows no Teatro Opus dia 12 de novembro. O festival trará para o país três grandes nomes do jazz internacional que farão apresentações tanto na capital gaúcha como na capital paulista: a aclamada vocalista francesa Cyrille Aimeé, o saxofonista holandês Jasper Blom e a banda americana Davina & The Vagabonds.

Além dos shows internacionais, a cidade de Porto Alegre ainda receberá o grupo Silibrina e shows de nomes consagrados da música instrumental do Rio Grande do Sul: o Sexteto Gaúcho, uma apresentação única que marca o retorno Raiz de Pedra aos palcos, o projeto inédito Rafuagi Jazz Combo e um tributo a Geraldo Flach, feito por Cristian Sperandir Grupo.
 
Os ingressos para o festival podem ser adquiridos online ou presencialmente na loja Aramis (BarraShoppingSul). As entradas podem ser adquiridas separadamente para os dias 8 e 9 de novembro, com preços de R$ 90 inteira e R$ 45 meia-entrada, ou em formato de passaporte para os dois dias, com preços de R$ 140 inteira e R$ 70 meia entrada. Em São Paulo, onde as apresentações ocorrem apenas no dia 12 de novembro com os três shows internacionais, os preços variam de R$ 160 a R$ 210 no valor inteiro e de R$ 80 a R$ 105 para quem tem direito à meia-entrada.