Moraes Moreira lança "Celebração"

Single inédito celebra o choro com as participações de Hamilton de Holanda, Armandinho e Yamandu Costa

VER GALERIA

A paixão de Moraes Moreira pelo choro é coisa antiga. O baiano queria fazer uma homenagem a mestres do gênero, como Pixinguinha, Jacob do Bandolim Waldir Azevedo, em grande estilo. E tinha o sonho de fazê-la na companhia de craques  no riscado, cada qual em seu instrumento.

Se “o homem sonha, Deus quer e a obra acontece”, como pontua Moraes Moreira, tinha que acabar em música. Da junção de todos esses fatores nasceu Celebração, single inédito que está sendo lançado nas plataformas digitais pela Biscoito Fino, gravadora com a qual Moraes já havia lançado Só Pensa Naquilo, forró inspirado na tradições juninas.

– O choro sempre esteve presente em meu trabalho, desde a época dos Novos Baianos. Logo após veio Armandinho, fizemos trabalhos onde o chorinho falou mais alto, e foi pela a vida a fora sempre pontuando a importância dessa cultura que nos foi legada por grandes nomes, entre eles Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo. Pude homenageá-los aqui nesse chorinho chamado Celebração – conta Moraes.

Para gravar Celebração, Moraes escalou o time dos sonhos.

– Sonhei reunir neste choro os três que considero os músicos mais importantes do momento: Hamilton de Holanda, com sua categoria, é o Nilton Santos do bandolim; Armandinho Macedo o choque, o toque do trio elétrico; Yamandu Costa o vento minuano que vem do Sul. Agora imaginem todos juntos e misturados! – comemora.

A gravação do single reúne ainda o cavaquinho do mestre Henrique Cazes, a percussão e o pandeiro de Celsinho Época de Ouro e o rabecão de Guto Wirtti, além do violão inconfundível de Moraes Moreira

 

Escute Celebração aqui.

 

Celebração (Moraes Moreira) 

Somos a forma, o pensamento

Que se transforma, num instrumento

Chorinho sim, um violão

Um bandolim, e a inspiração

Mas o pandeiro é necessário

Se faz parceiro no itinerário

O cavaquinho, também a flauta

"Tão" no caminho e tudo exalta

 

Chora na melô de Pixinguinha

Vem vibrar que só, choro de Jacob do Bandolim

Saltita aí no choro de Waldir Azevedo
Ninguém sabe qual é o melhor

 

Chora no chorinho de Armandinho

E no violão, Yamandu comanda no violão

Nego veio Dominguinhos, toca a mil Hamilton de Holanda

 

Vou pedir Davi licença pra quem não se tem

Vai ter recompensa essa é a lei

Musico que é musico não para de tocar

Todo logradouro público haveremos de ocupar