Convite. Foto: Divulgação

09

OUT

12

OUT
HORÁRIOS Seg a sab das 9h às 20h

Exposição recupera vida e obra de Francisco Riopardense de Macedo

A mostra documental fica em cartaz de 9 a 12 de outubro na Praça de Alfândega

Uma exposição documental concebida a partir da obra de Francisco Riopardense de Macedo (1921 – 2007) será exibida de 9 a 12 de outubro na Praça da Alfândega. A mostra apresenta a emersão da memória de sua atuação profissional: engenheiro, urbanista, arquiteto, escritor, jornalista, pesquisador e historiador, professor, artista plástico, museólogo e arquivista.

Os registros de suas investigações geraram uma vasta produção artística e literária: xilogravuras, desenhos, descrições  e depoimentos em artigos e livros são apropriados como acervo histórico, guardam a trajetória das intervenções feitas nas paisagens e abrem caminhos para os estudos de outros pesquisadores.

Importante cientista para a construção da narrativa da  história urbana de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul, no desenvolvimento de suas atividades restaurou e organizou a documentação que deu origem ao Arquivo Histórico de Porto Alegre, do qual foi o primeiro diretor. Foi também diretor do Arquivo Histórico do Estado, membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, da Associação Riograndense de Imprensa, do Instituto Açoriano de Cultura – Ilha Terceira dos Açores e da Historical Association, de Londres

Centrada na diversidade de temas trabalhados por Riopardense, a mostra exibe documentos selecionados dos acervos de sua esposa Maria Leda de Macedo e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. O visitante terá a oportunidade de imergir na coleção de imagens e informações geopolíticas, sociais, econômicas e culturais relativas a um período em que a vida de um historiador se relacionava a de uma cidade e a de um Estado. 

Seg a sab das 9h às 20h

Praça da Alfândega

Entrada franca