Foto: Adeloyá Magnoni/Divulgação

Dissecando o cérebro do escritor

Peça "Traga-me a Cabeça de Lima Barreto" terá apresentação especial na abertura oficial da 11ª FestiPoa Literária, no dia 18 de abril, no Theatro São Pedro

O elogiado espetáculo Traga-me a Cabeça de Lima Barreto terá apresentação especial na abertura oficial da 11ª FestiPoa Literária, no dia 18 de abril, no Theatro São Pedro. Escrito pelo diretor e dramaturgo Luiz Marfuz especialmente para comemorar os 40 anos de carreira do ator baiano Hilton Cobra, a peça mostra uma imaginária sessão de autópsia na cabeça de Lima Barreto (1881 – 1922), conduzida por médicos eugenistas, defensores da higienização racial no Brasil da década de 1930. O propósito do procedimento seria entender como um cérebro considerado inferior poderia ter produzido uma obra literária de porte. A partir desse suposto dilema, o espetáculo mostra as várias facetas da personalidade e da genialidade do escritor, refletindo sobre loucura, racismo e eugenia.

A direção do monólogo é de Fernanda Júlia, do NATA – Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas. A montagem conta ainda com as participações especiais com voz em off de Lázaro Ramos, Frank Menezes, Harildo Deda, Hebe Alves, Rui Manthur e Stephane Bourgade.

Idealizada e organizada por Fernando Ramos, a FestiPoa Literária vai rolar entre 2 e 6 de maio e dedicará uma atenção especial à literatura afro-brasileira, homenageando a escritora Conceição Evaristo.

SERVIÇO
Local: Theatro São Pedro 
Data: 18 de abril
Horário: 21h
Ingressos: entre R$ 10 e R$ 30