Matinal assinantes

"Com Armas Sonolentas", de Carola Saavedra (2018). Foto: Divulgação

10

SET
HORÁRIOS Terça 21h

Seminário Narrativas Contemporâneas no Von Teese Bar

O livro "Com Armas Sonolentas" é o tema desta edição, que acontece nesta terça-feira (10/9), às 21h, com a presença da psicanalista Camila Backes. A entrada é gratuita

Três mulheres, ligadas pela maternidade, são as personagens de Com Armas Solonentas (Companhia das Letras), tema da próxima edição do seminário Narrativas Contemporâneas – Recorte Brasileiro, nesta terça (10/9), às 21h, no Von Teese Bar. O livro percorre diferentes momentos da vida de Anna, Maike e a “avó”, retratando as relações entre mães e filhas.

O encontro é coordenado pelos psicanalistas Lucia Serrano Pereira e Luciano Mattuella e, nesta edição, a convidada é a psicanalista Camila Backes, que comenta: "O que é tornar-se sujeito? O que é virar adulto? o romance de formação de Carola Saavedra conta a história de três mulheres que buscam responder a estas e a outras perguntas. A experiência de tornar-se mãe atravessada pela violência é retratada de forma sensível, trazendo referências da poesia e da arte para mostrar como o lado de dentro muitas vezes se confunde com o lado de fora e que o que se herda nem sempre é o que se transmite".

Natural de Santiago do Chile, Carola Saavedra emigrou para o Brasil aos três anos. Sua estreia na literatura foi com o livro de contos Do Lado de Fora (2005).

Com Toda Terça, seu primeiro romance, publicado em 2007, conquistou o reconhecimento da crítica e do público. Seguiram-se a ele mais quatro narrativas longas: Flores Azuis (2008), Paisagem com Dromedário (2010) e O Inventário das Coisas Ausentes (2014) e essa mais recente.

A escritora já foi finalista dos prêmios Jabuti e São Paulo, e, em 2012, integrou a edição da revista literária Granta dedicada a jovens escritores brasileiros. Recentemente, Com Armas Sonolentas foi escolhido como um dos semifinalistas do Prêmio Oceanos 2019.

A entrada é franca.

Terça 21h

Von Teese Bar (Rua Bento Figueiredo, 32)

Entrada franca