Oliveira Silveira. Foto: Acervo Naiara Silveira/Divulgação

17

AGO
HORÁRIOS Sábado a partir das 14h

IEL recebe doação do acervo de Oliveira Silveira no Dia do Patrimônio Cultural

Instituição promove várias atividades gratuitas em homenagem ao escritor, neste sábado (17/8), a partir das 13h30min

No Dia Estadual do Patrimônio Cultural, 17 de agosto, o Instituto Estadual do Livro (IEL) prestará uma homenagem ao poeta Oliveira Silveira, que se estivesse vivo, completaria 78 anos um dia antes e cujo acervo será doado, em parte, pela família do escritor, para a instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac-RS).

Na tarde do sábado serão realizadas várias atividades gratuitas, para lembrar o militante do Movimento Negro em Porto Alegre, que foi um dos fundadores do Grupo Palmares e um dos líderes da campanha pelo reconhecimento do Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro. O evento será coordenado pela diretora do IEL, Patrícia Langlois e contará com a presença da filha do homenageado, Naiara Silveira Lacerda e de representantes de entidades da cultura afro-brasileira.

Nascido em Rosário do Sul em 1941 e graduado em Letras pela Universidade Federal do RS (UFRGS), Oliveira Ferreira Silveira foi um dos responsáveis pela transformação do 20 de novembro no Dia Nacional da Consciência Negra. Autor de Geminou (1962), Poemas Regionais (1968), Banzo Saudade Negra (1970), Décima do Negro Peão (1974), Praça da Palavra (1970) e Pelo Escuro (1977), morreu de câncer, aos 68 anos, em 2009, em Porto Alegre.

 

Cronograma

13h30min – Saída do cortejo em homenagem a Oliveira Silveira, da antiga residência do escritor, na rua Tomaz Flores, 303 – Bairo Bom Fim

14h - Chegada no IEL, com exposição relacionando o Maçambique e Oliveira Silveira e show de percussão do grupo Pontão de Cultura Afoxé Ilê Axé Cultural

14h30min – Apresentação do grupo Raízes d’África

15h – Recebimento oficial do acervo de Oliveira Silveira, com assinatura do Termo de Doação

 

Sábado a partir das 14h

Instituto Estadual do Livro (Rua André Puente, 318 - Independência)

Entrada franca