Obra "Submarino". Foto: Divulgação

02

JUL

10

AGO
HORÁRIOS Ter e sab das 9h às 18h
Dom e feriados das 14h às 18h

Muriel Paraboni apresenta "Sedimentos, Erosões e Outros Acidentes Digitais"

Com curadoria de Anaurelino Barros Neto, a mostra fica em cartaz até 25 de agosto, no Centro Histórico-Cultural Santa Casa

VER GALERIA

A exposição Sentimentos, Erosões e Outros Acidentes Digitais, do artista Muriel Paraboni, com curadoria de Anaurelino Barros Neto, segue em cartaz no Centro Histórico-Cultural Santa Casa até o dia 25 de agosto. A mostra traz 16 obras em mídias variadas, realizadas entre 2014 e 2019 a partir de processos envolvendo fotografia digital.

Os registros acontecem em habituais saídas de campo em que a fotografia constitui uma ferramenta processual, como dispositivo de pesquisa.

– Gosto de desafiar a visibilidade, seja de um objeto, um lugar, uma paisagem. Selecionar uma imagem do mundo e atuar sobre ela, explorar sua materialidade – afirma o artista.

As séries Submarino e Fractais, cada qual composta por 18 obras, traz ressonâncias da pop arte ao apresentar variações de cor e textura a partir das mesmas imagens.     

– Esses processos tanto desencadeiam repetições como também se espacializam de distintas maneiras. A experiência da pintura e do vídeo, este último trazido pelo artista de sua atividade no cinema, influenciam decisivamente na escolha e tratamento das imagens – salienta Anaurelino Barros Neto, curador da mostra.

A mostra traz também uma pintura em grandes dimensões, cuja composição em camadas de cor dialoga com o processo das imagens digitais, bem como três instalações, uma envolvendo vídeo e outras duas fundindo a imagem à objetos, como um outdoor em escala natural e uma coluna de aço fundida em base de concreto.

Ter e sab das 9h às 18h, Dom e feriados das 14h às 18h

Centro Histórico-Cultural Santa Casa (Avenida Independência, 75)

Entrada franca