Supervão. Foto: Kim Costa Nunes/ Divulgação

Natura Musical apresenta novo disco da Supervão

O primeiro álbum da banda, intitulado "Faz Party", entra nas plataformas de streaming nesta sexta-feira (26/7)

VER GALERIA

O primeiro álbum da bannda Supervão, Faz Party, entra nas plataformas streaming nesta sexta (26/7) e foi viabilizado pelo edital da Natura Musical junto à Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, além do selo HoneyBomb Records, responsável pelo lançamento.

A obra dá sequência a uma discografia que já tem dois EPs, Lua Degradê (2016) e TMJNT (2017), ambos trabalhos colaborativos entre a Honey e a Lezma Records, selo que nasceu com a banda, em 2016, fundado pelos próprios integrantes Mario Arruda, Leonardo Serafini e Ricardo Giacomoni

A identidade visual do projeto traz elementos gráficos que remetem a estética vaporwave e glitch, além de bastante saturação e um flerte com o lo-fi e a alta definição, ao mesmo tempo. Assim como as letras e a sonoridade, a Supervão não escolhe apenas uma direção. Tudo se choca na tentativa de ser complementar, como uma enorme colagem.

O disco foi gravado em um home estúdio na casa de Mario Arruda, em São Leopoldo, que também foi quem fez o trabalho de mixagem. Apesar de ser um ambiente caseiro, o estúdio traz alguns recursos profissionais, uma vez que, tudo o que ganharam com a banda, foi investido em equipamentos.

A ideia era que o disco mantivesse esse fazer "do it yourself", que tem se tornado característica no cenário brasileiro. Mas para que se alcance uma estética melhor acabada, buscamos fazer a masterização com o Felipe Tichauer, RedTraxx. O objetivo da montagem dessa lógica de produção foi desenvolver uma estética que dialoga com o que mais gostamos nas bandas gringas, e também com as plásticas que ficaram conhecidas em discos e filmes brasileiros. Buscamos uma sonoridade que, em seu ideal, seria como um filme de Glauber Rocha com som remasterizado em um stereo 5.1 – afirma Arruda.