Jonas Mekas. Foto: Divulgação

28

JUL
HORÁRIOS Domingo 16h

Cine Iberê exibe filme de Jonas Mekas

A projeção de "Histórias da Insônia" será neste domingo (28/7), às 16h, no auditório da Fundação Iberê, com comentários do pesquisador e documentarista Rafael Valles

Histórias da Insônia é um filme-diário de encontros noturnos de seu diretor Jonas Mekas (1922 – 2019) com familiares e artistas, como Louise Bourgeois, Marina Abramovic, Yoko Ono, Patti Smith, Björk e Louis Garrel. A exibição dentro do projeto Cine Iberê será neste domingo (28/7), às 16h, no auditório da Fundação Iberê Camargo. A entrada é gratuita e por ordem de chegada

A sessão será comentada por Rafael Valles, pesquisador, documentarista e docente nos cursos de Cinema e Audiovisual e Animação na UFPel. O longa mostra a jornada do diretor pelas noites de Nova York, em casas de amigos, ateliês de artistas, galerias de arte, bares, clubes e no palco. Encontros descontraídos com conhecidos da cena underground novaiorquina, em um filme-diário sobre a insônia.

Embora minhas histórias sejam todas advindas da vida real, elas também, em alguns pontos, vagueiam em direção a outro lugar, para além da realidade cotidiana. O filme contém cerca de 25 histórias diferentes. Os temas abarcam uma ampla gama de sentimentos, geografias, angústias pessoais e episódios. Não são histórias muito grandes, não para as grandes telas, pelo menos: tratam-se de grandes histórias pessoais e algumas provocações  escreveu Mekas sobre seu filme.

Jonas Mekas nasceu numa cidade rural da Lituânia e viveu em Nova York de 1944 até sua morte, em janeiro deste ano. Formado em Filosofia, ele também teve atuação como poeta e publicou dezenas de livros com textos do gênero. Outro de seus legados à arte foi a Anthology Film Archives, entidade que ajudou a fundar e que projeta filmes experimentais até hoje no East Village, em Manhatann.

O Cine Iberê tem a curadoria da realizadora e produtora audiovisual Marta Biavaschi. O projeto tem por objetivo promover filmes que dialoguem com as exposições em cartaz na Fundação Iberê. Histórias da Insônia dialoga com a obra Spider, de Louise Bourgeois.

Domingo 16h

Fundação Iberê Camargo (Avenida Padre Cacique, 2000)

Entrada franca