Matinal assinantes

Cartaz: Divulgação

06

JUL

07

JUL
HORÁRIOS Sábado e domingo às 14h

Sessão Vagalume na Cinemateca Capitólio

O Programa de Alfabetização Audiovisual começa a sessão neste sábado (6/7), às 14h, com programação destinada ao público infantojuvenil

Sediado na Cinemateca Capitólio Petrobras, o Programa de Alfabetização Audiovisual inaugura neste sábado (6/7) o projeto Sessão Vagalume, destinado ao público infantojuvenil.

Ao reconhecer a importância da formação de uma cultura cinematográfica desde a primeira infância e garantir a fruição de filmes na sala escura como uma experiência singular, a Sessão é uma extensão das atividades do Programa de Alfabetização Audiovisual, até agora voltadas prioritariamente ao universo escolar, ao mesmo tempo em que amplia a programação da Cinemateca.

A Sessão Vagalume retoma as experiências de exibição de filmes para o público infantil e juvenil do Cine Criança, um dos pilares da programação da Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia da SMC na Sala P. F. Gastal.

Desta forma, o oferecimento sistemático de sessões infantis dentro da grade regular do espaço busca oferecer a este público uma programação alternativa ao circuito hegemônico dos cinemas de shoppings centers, o enraizamento da Capitólio em seu entorno, e a aproximação deste público, pouco atendido mesmo nas redes de cinema comerciais, à programação da Cinemateca.

Vale lembrar que hoje, em Porto Alegre, nenhuma outra sala de cinema alternativa mantém uma programação regular voltada ao público infantil e juvenil. O projeto também prevê a integração com a programação do espaço, explorando títulos da grade de mostras e de filmes em cartaz que possam ser exibidos ao público pretendido, divulgando e difundido as sessões como Sessão Vagalume.

A sessão acontecerá sempre no primeiro final de semana do mês. O primeiro ciclo inicia a partir de julho de 2019, às 14h, nos dias 6 e 7 de julho; 3 e 4 de agosto; 7 e 8 de setembro; 5 e 6 de outubro; 2 e 3 de novembro; e 7 e 8 de dezembro.

A programação das sessões será feita por Marcus Mello, e acompanhamento de Maria Angélica dos Santos e equipe do Programa de Alfabetização Audiovisual.

 

Programação

Uma Semana (One Week), de Edward F. Cline e Buster Keaton (Estados Unidos, 3 minutos, 1920)

Casal recém-casado constrói uma casa pré-fabricada e, ao receber seus convidados, descobre que o resultado não é exatamente o esperado.

 

O Circo (The Circus), de Charles Chaplin (Estados Unidos, 1928, 10 minutos)

Acusado injustamente de roubar uma carteira, o vagabundo Carlitos empreende uma fuga hilariante em um circo. Sequência de 10 minutos de uma das obras-primas do genial Charles Chaplin, gênio da comédia, cujo personagem Carlitos encanta crianças e adultos.

 

A Dança dos Esqueletos, de Walt Disney (EUA, 1929, animação, 6 minutos)

À noite, em um cemitério, simpáticos esqueletos fazem a festa. Um dos filmes de animação mais importantes da história do cinema, realizado ainda em preto e branco.

 

Flores e Árvores, de Burt Gillett (EUA, 1932, animação, 8 minutos)

Primeiro filme colorido da história do cinema, este curta-metragem faz parte da série “Sinfonias Ingênuas”, da Disney, em que os movimentos das animações correspondiam aos movimentos musicais.

 

A Banda de um Só (One Man Band), de Mark Andrews e Andrew Jimenez (Estados Unidos, 2005, 4 minutos)

Em um pequeno vilarejo, garotinha interage com um grupo de músicos.

 

Lipe, Vovô e o Monstro, de Felippe Steffens e Carlos Mateus (RS, 2016, animação, 9 minutos)

Premiada animação criada em colaboração com um grupo de crianças de uma escola da rede municipal de Porto Alegre, sobre a fantástica viagem empreendida pelo menino Lipe e seu avô a bordo da barriga de um monstro.

 

A História de Nessie (The Ballad of Nessie), de Kevin Deters e Stevie Wermers (Estados Unidos, 2011, 6 minutos)

Divertida animação sobre as origens do lendário monstro do Lago Ness, que viveria em um grande lago na Escócia. O diretor usa essa conhecida história para abordar de forma bem humorada questões sobre ecologia e amadurecimento.

 

Vento, de Betânia Furtado (RS, 2016, animação, 14 minutos)

Garoto que vive em uma praia isolada quer aprender a ler para decifrar mensagem que encontra em uma garrafa. Bela e poética animação sobre a curiosidade e a ânsia de conhecimento.

 

Lou, de Dave Mullins (EUA, 2017, animação, 7 minutos)

No pátio da escola um garoto antissocial vai aprender a importância de dividir os brinquedos e se relacionar com os outros coleguinhas

 

Dona Cristina Perdeu a Memória, de Ana Luiza Azevedo (Brasil, 2002, 13 minutos)

Antônio, um menino de 8 anos, descobre que sua vizinha Cristina, de 80, conta histórias sempre diferentes sobre a sua vida, os nomes de seus parentes e os santos do dia. E Dona Cristina acredita que Antônio pode ajudá-la a recuperar a memória perdida.

 

Bao, de Domee Shi (EUA, 2018, animação, 8 minutos)

Uma mãe solitária é surpreendida pela companhia inesperada de um bolinho chinês que ganha vida. Vencedor do Oscar de melhor curta de animação em 2019.

 

Festa-Sauro Rex, de Mark Walsh e Dylan Brown (EUA, 2012, animação, 7 minutos)

Um dinossauro tímido e atrapalhado resolve dar uma festa na banheira , mas as coisas saem de controle. Divertidíssimo curta de animação, que usa personagens da série Toy Story.

Sábado e domingo às 14h

Cinemateca Capitólio Petrobrás (Rua Demétrio Ribeiro, 1085)

R$ 10 e R$ 5