Foto: Francisco Proner/Divulgação

Caetano Veloso faz show histórico a favor da "Queermuseu" e contra a censura

Músico apresentou-se no Parque Lage, no Rio, em evento em prol do financiamento da exposição no centro cultural carioca

VER GALERIA

Rolou na noite desta quinta-feira (15/3) no Parque Lage, no Rio de Janeiro, o show beneficente Caetano Contra a Censura, realizado por Caetano Veloso, que teve os ingressos no valor de R$ 500 e R$ 250 (meia-entrada) esgotados. O evento foi organizado para complementar o valor do crowdfunding para a remontagem da exposição Queermuseu na Escola de Artes Visuais do Parque Lage – que estará ativo até o dia 29 e arrecadou, até o momento, quase R$ 387 mil, pouco mais da metade da meta de R$ 690 mil estipulada para a realização da mostra.

Caetano fez referência durante o show no espaço localizado no Jardim Botânico aos assassinatos da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, mortos a tiros na véspera, dia 14 de março: "Marielle, presente. Anderson, presente". O show contou as participações especiais das cantoras Maria Gadú e Marisa Monte.

Gaudêncio Fidelis, curador da coletiva Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira, cancelada pelo Santander Cultural, em Porto Alegre, após críticas de grupos na internet que acusavam o seu conteúdo de apologia à pedofilia, blasfêmia e zoofilia, mandou aqui para o site um depoimento sobre o show no Parque Lage:

"Caetano Contra a Censura foi um show histórico excepcional. Uma manifestação política contundente contra o fascismo e a intolerância que fechou a Queermuseu feito de forma beneficiente para reabri-la para a sociedade brasileira. Foi esse mesmo fascismo que matou Marielle Franco e vem matando mulheres, a comunidade LGBTrans, e os jovens das periferias de país. Foi um grito de indignação da arte em uma campanha que a Queermuseu vem realizando e que continua intensamente. Caetano cantou contra a censura e por Marielle e pela liberdade. Nós agora levamos à frente este movimento e reabriremos a exposição no Rio de Janeiro, para dar uma basta e dizer não à escuridão daquela noite que se abateu sobre a democracia brasileira! Vamos em frente para mostrar que somos mais fortes! Marielle Franco sempre presente na vida que nos anima e em nossos corações! #queremosqueer"

Saiba como participar do crowdfunding Queermuseu no Parque Lage aqui.