Matinal assinantes

Capa. Foto: Divulgação

13

JUN
HORÁRIOS Quinta a partir das 18h

Lançamento do livro “Contos de Pampa e Fronteira"

Organizado pela escritora Anna Mariano, a coletânea de contos terá lançamento nesta quinta-feira (13/6), no Centro Municipal de Cultura

Conhecido por sua típica paisagem invernal, o Rio Grande do Sul produz uma literatura que não tem nada de fria. Pelo menos é o que 13 narradores da região mais enregelante do país desejam demonstrar com a edição de uma coletânea de contos que pode ser, no inverno que se avizinha, uma interessante companhia a quem conhece, deseja rever ou se interessa pela vida das pessoas que habitam a fronteira mais ao sul do Brasil.

Organizado pela escritora Anna Mariano, de Atado de Ervas (L&PM, 2011), e pela professora de literatura brasileira e também escritora Débora Mutter, o livro Contos de Pampa e Fronteira é uma reunião que de certo modo dá prosseguimento à tradição do conto no Rio Grande do Sul e de coletâneas que desde a década de 1970 eventualmente são organizadas – como a já clássica Roda de Fogo e outras que a sucederam consolidando a presença da porção mais meridional do Brasil no cenário literário nacional.

Por tratar-se de um recorte ainda mais interno ao estado do Rio Grande do Sul, é bastante nítido que os autores têm muito em comum para além da questão geográfica, mas é justamente na diversidade de olhares e perspectivas para o elemento local, seja o urbano ou o rural, que a coletânea de contos ganha contornos mais particulares. Como o escritor Gustavo Melo Ckester adverte no prefácio do livro, “nenhum conto passa com indiferença; nenhuma história é vazia ou fútil”.

Contos de Pampa e Fronteira não parece ser, portanto, um livro que nasceu para ficar muito tempo parado na estante. Pelas variadas vozes e temáticas, muitas vezes dirá mais pela diversidade do que por uma possível unicidade. E, dessa forma, será cada vez mais difícil perfilar os autores gaúchos como uma categoria de iguais, tão nítida é a sua própria coloração e diferença. Pois o objetivo de uma coletânea é bem o de realizar a colheita (e amostra) do que os escritores têm de melhor.

Participam do livro – em ordem alfabética: Anna Mariano, Athos Ronaldo Miralha da Cunha, Cláudio Corrêa Noronha, Colmar Duarte, Débora Mutter, Fernando Pereira da Silva Filho, Jair Portela, José Francisco Botelho, Lucio Carvalho, Marga Cendón, Maria da Graça Rodrigues, Newton Alvim e Valéria Surreaux.

A obra tem lançamento em Porto Alegre nesta quinta (13/6), às 18h, no Hall do Centro Municipal de Cultura.

Quinta a partir das 18h

Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues (Erico Verissimo, 307)

Entrada franca