Porto Alegre ganha unidade do Farol Santander

Centro de empreendedorismo, cultura e lazer segue conceito que, em São Paulo, atraiu 300 mil visitantes em apenas um ano. A visitação às galerias de arte do espaço terá a cobrança de R$ 10

No aniversário de 247 anos da capital gaúcha, o Santander Brasil inaugura o Farol Santander Porto Alegre, um centro de empreendedorismo, cultura e lazer instalado no emblemático centro histórico da cidade. Instalado no prédio que abrigou por mais de 15 anos o Santander Cultural, o novo espaço segue o conceito da unidade aberta há pouco mais de um ano em São Paulo, onde atraiu mais de 300 mil visitantes nos primeiros 12 meses de funcionamento.

O antigo edifício da Rua Sete de Setembro, que já serviu de sede aos bancos da Província, Nacional do Comércio, Sul Brasileiro e Meridional, foi reformado e remodelado durante cerca de três meses. Em sua reabertura ao público, resgatará uma parte da história do sistema financeiro regional, que se confunde com a história da própria cidade, além de incorporar novas atrações conectadas com o contexto social e cultural da região.

Na fase inaugural, o Farol Santander Porto Alegre terá atrações em seus quatro andares:

1) O Grande Hall, destinado a abrigar grandes exposições de artistas nacionais e internacionais, recebe Carmela Gross com a mostra Roda Gigante, que traz uma instalação inédita de dimensões monumentais, criada especialmente para ocasião. Tendo como interlocutor convidado o curador Paulo Miyada, a referida obra lida com peso, contrapeso e ancoragem para propor uma reflexão sobre a precariedade da vida nas grandes cidades.

2) O Átrio, criado no antigo poço de iluminação dos vitrais cerca de 40 metros acima do hall central, é um ambiente com paredes, teto e piso de vidro com iluminação natural. Trata-se de um espaço com mobilidade para exposições, cursos e muitas outras atividades. Instalações em neon com estruturas metálicas, também assinadas por Carmela Gross e inundadas com uma luz vermelha, completam o circuito expositivo da mostra de artes visuais.

3) A Galeria oferece um projeto de memória da cidade e do banco por meio de um túnel do tempo que apresenta diferentes fases da praça, que  era reconhecida como ponto de reunião dos porto-alegrenses, com tráfego dos antigos bondes, aos tradicionais restaurantes e cafés, até a construção de cinemas, clubes e hotéis. Nessa experiência imersiva, o visitante também poderá participar e fazer seu auto-retrato numa câmera digital instalada num grande espelho. Ainda na Galeria, as Arenas 1 e 2 são destinadas a debater iniciativas globais nas áreas de inovação, empreendedorismo e economia criativa em diferentes segmentos de negócios.

4) No Subsolo, o destaque é da gastronomia, com o protagonismo do Café Valkiria no Cofre, criado a partir do trabalho e das ideias de jovens empreendedores, e do Restaurante Moeda, assinado pelo chef Oliden Berna. O andar também abriga o Cine Farol Santander, no espaço onde funcionava o maior cofre do banco, e a Loja Farol Santander, com produtos oficiais e exclusivos.

Para a visitação nas galerias de arte será cobrado o valor de R$ 10, com entrada franca a cada último domingo do mês para todos os públicos, além de grupos de escolas previamente agendados. Já para a programação de cursos, debates, workshops e sessões de cinema, terá valores diferenciados, conforme a atividade escolhida pelo visitante.

Noite dos Museus 2019 ocupará 14 espaços culturais da Capital
Projeto que une história, cultura e interatividade chega à sua quarta edição ampliando a programação com diferentes linguagens artísticas
Cultura
Noite dos Museus 4ª edição Artes Visuais Semana dos Museus
agenda

09

ABR

13

JUL
Instituto Ling apresenta exposição "Museu", de Daniel Senise
A abertura da mostra será nesta terça-feira (9/4), às 19h, com palestra do artista e da curadora Daniela Name. A entrada é franca
Artes Visuais
Museu Daniel Senise Instituto Ling Daniela Name
agenda

16

MAR

21

ABR
Visões de Iberê Camargo sobre o Parque da Redenção
A exposição "Visões da Redenção", apresentando um recorte de 77 obras do artista plástico, terá abertura neste sábado (16/3), às 14h. A entrada é franca
Artes Visuais
Fundação Iberê Camargo Visões da Redenção Iberê Camargo